EP02 – Técnica – Cuidados paliativos na UTI

InícioPodcastsPílulas de Saber e de SabedoriaEP02 - Técnica - Cuidados paliativos na UTI

Neste episódio, nós vamos falar sobre as indicações de cuidados paliativos nos doentes da unidade de terapia intensiva.
As pessoas portadoras de doenças crônicas que apresentam complicações e exacerbações ao longo da evolução da sua doença, estão vivendo mais tempo, tanto por causa dos avanços oferecidos em seus tratamentos, como da possibilidade de acesso a esse tratamento.
Em geral, eles vivem mais, entretanto com piores condições qualidade de vida. Infelizmente, sabemos que ainda existem muitas barreiras para prestar cuidados paliativos eficazes nesta área da saúde. Entre elas, nós vamos contemplar, vamos falar sobre quatro problemas principais:
comunicação insuficiente sobre as decisões de fim de vida;
a incapacidade dos pacientes de participarem em discussões sobre seu tratamento;
expectativas não realistas, tanto por parte dos pacientes como de seus familiares, e, muitas vezes, os próprios médicos envolvidos no trabalho do cuidado desse paciente sobre prognóstico e eficácia do tratamento da UTI;
E, por último, a falta de oportunidade para trazer à discussão, sobre a forma de como eles desejam receber cuidados no fim da sua vida.

Todas estas conversas, elas precisariam ter acontecido antes do evento de gravidade. Entretanto, neste momento da pandemia, muitas vezes as pessoas são submetidas a intervenções agressivas pelo simples fato de terem o diagnóstico de Covid. E, a nós, profissionais de saúde, especial os médicos, cabe a decisão, muitas vezes unilateral, sobre qual o tratamento que será direcionado para qual doente. Quando falamos da comunicação ineficiente sobre decisões de fim de vida, essa condição favorece algo grande de grande estresse, tanto nosso, como do paciente, como da família. As pessoas são submetidas a tratamentos com quais elas não estão familiarizados e isso faz com que o medo sobre o que vem e o que está acontecendo aumente muito a dificuldade de enfrentamento.

Essa incapacidade dos pacientes de participarem das discussões, pode acontecer pela condição clínica do paciente de muita gravidade. O paciente que está com muita falta de ar, ou já esteve um rebaixamento do nível de consciência, ele não tem condição para responder sim ou não para qualquer proposta terapêutica.
A decisão vai ser muitas vezes ser unilateral, como eu disse, é o momento de quase uma situação de guerra onde a decisão não tem condição de ser compartilhada.
Então, a expectativa é que nós, da área da saúde, tenhamos minimamente condição de fazer essa escolha, da melhor intervenção.
As expectativas é que realmente, a gente pudéssemos ajudar as pessoas a permanecerem vivas. E, nós vamos lutar muito por isso. Mas, muitas vezes no nosso dia, nós vamos encontrar um paciente que se vai deparar com a nossa impotência, com a nossa incapacidade de mudar aquela realidade. Pacientes que tiveram complicações graves, para além da infecção, estão em insuficiência renal precisando de diálise. São pacientes que estão com distúrbios eletrolíticos muito severos. E, em algumas situações, especialmente aqui no meu país, situações onde a gente não tem recurso necessário para poder prover a necessidade do nosso paciente.
Essa falta de oportunidade para discussão sobre como conduzir esse processo foi trazido por causa dessa emergência. Não houve tempo de preparo, de conversar sobre o que pode e o que não pode ser feito, sobre o que deve e o que não deve ser feito.
Então o desafio talvez seja a constituir essa percepção cuidado paliativo dentro da UTI quando as coisas já estão acontecendo. É como se tivesse a necessidade de trocar o pneu do avião, antes de ele pousar, a gente tem de trocar com ele durante o voo e isso é algo muito muito desafiador para todos nós.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Do mesmo episódio

55,400FãsCurtir
183,000SeguidoresSeguir
61,000InscritosInscrever

Agenda

7ª Semana Freiriana do Cariri

Veja a agenda completa da sétima edição da Semana Freiriana do Cariri, entremeada por imagens de edições anteriores do evento. A sétima edição acontecerá...

Atualização em Comunicação Compassiva

Curso on-line ministrado por Ana Claudia Quintana Arantes, Alexandre Silva e José Carlos Safi. Inscrições abertas. Muito se discute sobre inteligência emocional, mas pouco ela...

Fundamentos de Cuidados Paliativos

Curso on-line ministrado pela Dra Ana Claudia Quintana Arantes. Inscrições abertas! A Organização Mundial de Saúde (OMS) explica: “Cuidado paliativo é uma abordagem que melhora a...

Como ajudar quem está morrendo

Curso on-line ministrado pela Dra Ana Claudia Quintana Arantes. Inscrições abertas. Já é muito difícil cuidar de uma pessoa doente, o que diríamos da dificuldade...